No Brasil, mercado vegano cresce 40% ao ano

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Estima-se que no Brasil quase 5 milhões de pessoas já pratiquem o veganismo, um modo de viver resumido pelo não consumo de produtos de origem animal ou testados em animais. Alimentos, roupas, cosméticos, calçados e acessórios, entre outros itens com estas características.

No veganismo, além da carne dos animais, também são banidos do cardápio ovos, leites e derivados e isso restringe muito as opções de comida, principalmente fora de casa. Há alguns anos, os veganos não tinham quase nenhuma opção de produtos prontos para consumirem, mas de uns tempos pra cá o leque está cada vez maior e estes consumidores têm movimentando um mercado que cresce 40% ao ano.

Do ponto de vista da presidente da Mr. Veggy, Mariana Falcão, “o mercado brasileiro chegou em um momento onde pessoas que nunca ouviram falar já sabem o que é o veganismo. Hoje não é moda. É uma tendência”.

O faturamento da empresa tem aumentado em torno de 30% a 40% ao ano e para 2017 a previsão de crescimento é de 25%.

“Esse otimismo deve-se a entrada da empresa em grandes redes de supermercado, além do investimento mais intenso no e-commerce. Mais de 90% das vendas vem do fornecimento para mais de 600 empresas como Google, Mercedes Benz e grandes hospitais”, complementa Mariana.

A Sociedade Brasileira de Vegetarianismo criou um selo para certificar os produtos veganos vendidos nos supermercados do País. De acordo com a SBV, o processo de certificação é rigoroso, mas é acessível a empresas de qualquer porte. Hoje já existem 239 produtos certificados de 24 empresas diferentes à venda por aqui.

É bom lembrar que é preciso ter uma alimentação rica e balanceada com muitos cereais, a exemplo do arroz integral, da quinoa e do amaranto, além de leguminosas, como o feijão, o grão de bico e a lentilha, frutas, verduras, legumes e oleaginosas.

Consulte sempre um médico e nutricionista.

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *