Por que deixar grãos e sementes de molho antes de consumi-los?

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Arroz integral, aveia, chia, quinoa, trigo, feijões e ervilhas. Todos saudáveis com muitos nutrientes. Certo ? Não é bem assim que acontece …

Existe um ponto muito importante no consumo dos grãos, o modo de preparo antes de consumi-los. Porém poucos médicos e nutricionistas falam sobre isso.

Todo mundo já viu, nem que seja por um dia na casa da avó, uma tigela em cima da pia cheia de água com os grãos de feijão dentro. Talvez os nossos avós tivessem esse hábito, simplesmente para que, no dia seguinte, eles cozinhassem mais rápido.

Possivelmente nossos antepassados tinham um domínio muito maior sobre o que comiam, sobre o que fazia bem ou mal para os seus corpos. E sabiam, sim, que deixar de molho significava um processo de fermentação para neutralizar a ação dos antinutrientes. Podiam não saber o que eram nutrientes, mas sabiam o que fazia bem.

Os grãos, todos eles, possuem uma grande quantidade de ácido fítico, uma substância que se liga ao cálcio, ao ferro, ao magnésio, ao zinco e a vários outros nutrientes, bloqueando a absorção desses pelo corpo. Eles literalmente sequestram esses nutrientes da nossa comida e em algumas situações do nosso corpo, das nossas reservas. Por isso o nome antinutrientes.

Para neutralizá-los é necessário fazer esse processo de fermentação super simples, e que os nossos ancestrais já faziam com grande sabedoria, deixando de molhos. Essa fermentação solta bolhas, gases.

A liberação das substâncias indesejadas

molho (1)Assim sendo, a primeira providência que deve ser tomada no preparo de sementes para consumo é a de eliminar ou minimizar estas substâncias protetoras. Felizmente, o processo é simples e prático, e consiste em deixar as sementes de molho em água potável adicionada de vinagre de maçã ou suco de limão ou qualquer outro meio de cultura ácida de probióticos.

Esta simples solução ácida penetra no interior da semente e estimula a liberação das substâncias indesejadas, indicando para a semente que é tempo de despertar e eliminar suas defesas. A acidez da solução neutraliza os fitatos e o resultado é que com apenas algumas horas de demolhagem você obtém sementes muito mais adequadas para o processo digestivo.

Idealmente, aguardamos 24 horas para o máximo de eliminação das substâncias indesejadas, mas 12 horas já são suficientes para eliminar a maior concentração destas.

Escolha um recipiente de louça ou vidro, deposite as sementes, despeje o dobro da medida destas em quantidade de água e adicione uma parte de substância ácida, calculando aproximadamente uma colher de sopa de ácido para uma xícara de água. Ou seja, se você quiser deixar uma xícara de arroz integral de molho, utilize duas xícaras de água potável (mineral ou muito bem filtrada) e duas colheres de sopa do ácido escolhido (vinagre, suco de limão, kefir, entre outros).

Sempre descarte a água na qual as sementes ficaram de molho, pois nela estão contidas as substâncias que desejamos eliminar.

Posso apenas demolhar com água?

Sim, e já faz alguma diferença, embora estudos realizados (testando trigo, centeio e aveia) demonstrem que o processo de demolhagem com água neutraliza entre 46 e 77% do ácido fítico, enquanto que demolhar em solução ácida elimina entre 84 e 99% destas substâncias, além de eliminar também fungos e bactérias indesejáveis presentes no exterior das sementes. Desta forma, prefira sempre utilizar a solução ácida.

Existe um grão que, mesmo com esse processo de deixar de molho, não se consegue neutralizar os antinutrientes: a soja. Ela contém tanto ácido fítico que seriam necessários meses e não horas de molho para que seus antinutrientes sejam neutralizados. Ela contém mais fitato do que qualquer outro grão.

Uma dieta rica em grãos não fermentados leva a sérias deficiências de minerais e perdas ósseas. Deficiências nutricionais que podem levar a doenças como dores crônicas, dor de cabeça e fibromialgia.

O zinco e o magnésio são necessários para o bom funcionamento do cérebro e do sistema nervoso. O zinco, em particular, está envolvido na produção de colágeno, na fabricação de proteí­nas e no controle dos ní­veis de açúcar no sangue, além de ser um componente de várias enzimas e ser essencial para o nosso sistema de defesa. Os fitatos da soja prejudicam a absorção do zinco mais do que qualquer outra substância.

O que está liberado somente são o shoyu e missô. Eles sofrem uma processo de fermentação natural em seu preparo que neutralizam os antinutrientes. Mas fique de olho, no rótulo tem que estar escrito “fermentação natural”. E no shoyu não consuma nenhum que contenha glutamato monossódico.

E as castanhas ?

castanha02 (1)

Com as castanhas, o molho deve ser com um pouquinho de sal, e não em meio ácido. E o motivo é diferente. Elas (nozes, pecãs, avelãs, amêndoas, entre outras) possuem toxinas nas peles que sobrecarregam demais o aparelho digestivo. Muitas vezes, após ter comido nozes demais, você já pode ter sentido pesar o estômago ou dor de cabeça, não?

Além disso, deixar castanhas e sementes de molho neutraliza inibidores enzimáticos que potencializam esses nutrientes existentes, ou seja, uma castanha/grão/semente que ficou de molho tem mais nutrientes do que um que não foi deixado.

A dica então é cobrir com água e um pouquinho de sal e deixar de molho por pelo menos 8 horas. Escorrer e secar no forno em temperatura mínima. No máximo 60 graus.

Esse cuidado é necessário para não oxidar o óleo presente nas castanhas, que é o maior presente para a nossa saúde. As sementes e as castanhas, após escorrida a água, podem ser também aquecidas em frigideira com fogo bem baixo por 10 minutos e sempre mexendo para que não torrem demais.

“Faça do seu alimento o seu remédio” (Hipócrates)

Fontes: www.pat.feldman.com.brwww.menuvegano.com.brwww.deliyou.com.br

79 comentários em “Por que deixar grãos e sementes de molho antes de consumi-los?

  • 2 de agosto de 2016 em 01:13
    Permalink

    Eu já ouvi falar sobre isso antes, mas aqui está muito bem reunido acho que tudo sobre o assunto! Parabéns!

    Resposta
    • 2 de agosto de 2016 em 23:17
      Permalink

      Nós que agradecemos a sua leitura, Edu. Sempre que quiser, envie-nos as suas dicas e os seus comentários.

      Resposta
  • 2 de agosto de 2016 em 23:46
    Permalink

    Já tinha visto a bela gil falar sobre isso e essa explicação foi então muito precisa e esclarecedora mto brigada mesmo por nós presentear com um artigo como esse

    Resposta
    • 2 de agosto de 2016 em 23:58
      Permalink

      Nós que agradecemos a sua leitura e o seu comentário, Betania !

      Resposta
  • 3 de agosto de 2016 em 00:23
    Permalink

    Excelentes informações. Aprendi com minha mãe a deixar de molho o feijão, apenas por cozinhar mais rápido. Mas nunca os outros grãos. Vou passar a fazer e enviar o que aprendi para outras pessoas. Obrigada!

    Resposta
    • 3 de agosto de 2016 em 00:29
      Permalink

      Celia,

      Agradecemos a sua leitura e o seu comentário. Quando tiver dicas, envie-nos.

      Resposta
    • 3 de agosto de 2016 em 23:38
      Permalink

      Agradecemos a leitura, Valeria

      Resposta
    • 4 de agosto de 2016 em 18:36
      Permalink

      Agradecemos seu comentário!! Nós testamos e deu super certo!!

      Resposta
    • 3 de agosto de 2016 em 23:34
      Permalink

      Pri,

      A hidratação da linhaça segue o mesmo procedimento da chia. A diferença é que a linhaça deve ser triturada, mas somente no momento do consumo. Também pode ser guardada hidratada na geladeira (triturar somente na hora de consumir!). A quantidade recomendada por dia é de uma a duas colheres.

      Resposta
  • 3 de agosto de 2016 em 23:36
    Permalink

    Com o molho o arroz mao empapa?

    Resposta
    • 3 de agosto de 2016 em 23:43
      Permalink

      Jaqueline,

      Testamos com o arroz integral. Fica ótimo e rende mais.

      Resposta
  • 4 de agosto de 2016 em 00:52
    Permalink

    Adoreiii à explicacao!
    E sobre à batata inglesa?
    O que vcs poderiamm me
    Informer sobre bactéries
    Na casca.

    Resposta
    • 4 de agosto de 2016 em 01:11
      Permalink

      Celia,

      Agradecemos o seu comentário. Por que esta dúvida? A casca da batata pode ter mais vitamina C do que uma laranja! Além disso, é lá que se concentram as fibras e o potássio, importantes para a digestão e o metabolismo de carboidratos e proteínas. Experimente a casca da batata assada. Fica muito gostosa e é um ótimo aperitivo! Mas é sempre importante lembrar de lavá-la bem antes de utilizar.

      Resposta
  • 4 de agosto de 2016 em 01:40
    Permalink

    Adorei! Seria demais pedir que publiquem uma lista de todos os grãos e o tempo de molho e cozimento de cada um? Por favor.

    Resposta
    • 4 de agosto de 2016 em 18:38
      Permalink

      Agradecemos seu comentário e anotamos sua dica, Maria. Tentaremos fazer uma matéria mais detalhada.

      Resposta
  • 4 de agosto de 2016 em 02:36
    Permalink

    adorei a matéria, tenho fibromialgia, dói demais…. fiquei surpresa, nunca tinha pensado que deixar os grãos de molho, seria para essa finalidade, estão de parabéns..!!! agora vou seguir as instruções direitinho…muito obrigada!!! um abraço!

    Resposta
    • 4 de agosto de 2016 em 18:40
      Permalink

      Agradecemos seu comentário, Neide. Que bom que gostou! Tentaremos fazer uma matéria sobre fibromialgia mais especificamente, relacionando com alimentação.

      Resposta
  • 4 de agosto de 2016 em 02:53
    Permalink

    E como fica a questão do consumo da ração humana?onde os grãos são triturados em forma de farinha?

    Resposta
    • 4 de agosto de 2016 em 18:41
      Permalink

      Marisa, o ideal é sempre deixar os grãos de molho. Você pode tentar fazer seu próprio mix de grãos.

      Resposta
  • 4 de agosto de 2016 em 10:02
    Permalink

    Gostei muito da matéria muito esclarecedora. Obrigada. Mas ainda estou surpresa e em dúvida se entendi direito quanto às castanhas. Então castanha-do-pará, nozes, castanha de caju, amendoim etc não devem ser comidos crus? É isso? E linhaça e quinoa em flocos, que se coloca sobre banana e em shakes? Estou confusa quanto a isso! Se puderem me esclarecer agradeço muito.

    Resposta
    • 4 de agosto de 2016 em 18:47
      Permalink

      Odete, o ideal é consumir nozes, castanhas, etc, após a demolhagem e secagem. Essa secagem não é demorada e em nossos testes o sabor até sobressai. Você pode também deixar de molho e bater no liquidificador para fazer leites vegetais.
      Alguns estudiosos aconselham a deixar as farinhas como quinoa em flocos ou aveia de molho também, mas em nossa opinião isso não seria nada prático e funcional.

      Resposta
    • 7 de agosto de 2016 em 23:57
      Permalink

      Com o arroz branco também devo proceder desta
      Forma?

      Resposta
      • 8 de agosto de 2016 em 00:16
        Permalink

        Jociane, com o arroz branco não haveria essa necessidade, pois a película já foi removida, o que não ocorre com o integral. Sempre procure orientação de um nutricionista ou nutrólogo.

        Resposta
  • 5 de agosto de 2016 em 20:33
    Permalink

    Para moer pequena quantidade de linhaça no liqüidificador fica complicado. Conhece algum moedor manual de semente de linhaça? E qual o tempo de germinação de cada semente citada na sua reportagem?

    Resposta
    • 5 de agosto de 2016 em 21:19
      Permalink

      Yanara, você pode utilizar um miniprocessador ou misturar a linhaça em sucos que ficará mais fácil de bater. Futuramente publicaremos uma matéria sobre germinação.

      Resposta
    • 7 de agosto de 2016 em 13:46
      Permalink

      Bom dia
      Eu bato um colher cheia de linhaça no liquidificador na velocidade alta e fica bem triturado.
      Logo após coloco no meu suco já centrifugado.

      Resposta
      • 16 de agosto de 2016 em 21:43
        Permalink

        Ótima dica, Valéria!! Agradecemos seu comentário.

        Resposta
    • 6 de agosto de 2016 em 13:27
      Permalink

      Mauricea, a soja, assim como o leite, também tem potencial alergênico, além de ser transgênica em sua maioria quando não é orgânica. Fizemos uma matéria sobre a soja mostrando que pesquisas dizem que ela possui muitos antinutrientes que nem mesmo a demolhagem resolveria. Sempre procure orientação de um nutricionista ou médico nutrólogo para sanar suas dúvidas da melhor forma.

      Resposta
  • 6 de agosto de 2016 em 11:46
    Permalink

    Olá, fiquei na dúvida sobre a granola.
    Também ouvi falar que no caso da aveia dar uma tostada já resolve. Como sempre como aveia ou granola com frutas, gostaria de saber a melhor forma de consumi-las.
    Gracias!

    Resposta
    • 6 de agosto de 2016 em 13:30
      Permalink

      Irma, não seria funcional e prático em nossa opinião deixar de molho aveia em flocos ou a granola. Acreditamos que a forma como você diz fazer seja a mais indicada, mas você pode pedir orientação a um bom nutricionista para esclarecer essas dúvidas.

      Resposta
      • 19 de novembro de 2016 em 15:39
        Permalink

        Oii e depois que deixar de molho e secar no forno , pode guardar ? Dentro ou fora de geladeira ? Por quanto tempo ?

        Resposta
  • 6 de agosto de 2016 em 18:03
    Permalink

    Ai as coisas que nós aprendemos! Eu já sabia algo sobre isto, mas não tanto. O meu mto obg mesmo.

    Resposta
    • 6 de agosto de 2016 em 18:58
      Permalink

      Olá, Silvio. Agradecemos o seu comentário. Bom que gostou!

      Resposta
  • 7 de agosto de 2016 em 01:09
    Permalink

    Olá muito interessante!
    Faço um mix de sementes ( aveia, chia, quinoa, sementes abóbora, de girassol e castanha para). Como com iogurte cedo e gosto muito.
    Como recomendaria fazer nesse caso?

    Resposta
    • 7 de agosto de 2016 em 02:02
      Permalink

      Lorena, tudo que for em grãos, conforme citado na matéria, é aconselhável fazer a demolhagem. Já os flocos não seria funcional e prático, em nossa opinião, deixar de molho aveia em flocos. Em caso de dúvidas, procure a orientação de um nutricionista.

      Resposta
  • 7 de agosto de 2016 em 02:45
    Permalink

    Lendo o artigo, fiquei muita interessada nas informações. Vou acompanhar os artigos e por em prática no meu dia-a-dia.

    Resposta
    • 7 de agosto de 2016 em 11:06
      Permalink

      Cleide, agradecemos muito a sua leitura e a sua participação.

      Resposta
  • 7 de agosto de 2016 em 11:29
    Permalink

    Bom saber essas coisas. Eu colocava o feijão de molho sempre à noite e pela manhã colocava para cozinhar. E ouvi na televisão algum nutricionista dizer que não era bom deixar o feijão de molho muito tempo pois fermentação e estragava o feijão. Agora é que estou entendendo melhor.

    Resposta
    • 16 de agosto de 2016 em 21:46
      Permalink

      Que bom! Agradecemos seu comentário, Suzana.

      Resposta
  • 7 de agosto de 2016 em 16:34
    Permalink

    Nossa, não sabia disso. Como castanhas todos os dias, daqui pra frente vou fazer isso. Obrigada pela informação.

    Resposta
    • 7 de agosto de 2016 em 19:05
      Permalink

      Nós é que agradecemos, Glaucia.

      Resposta
    • 8 de agosto de 2016 em 00:07
      Permalink

      Glaucia, agradecemos seu comentário.

      Resposta
  • 7 de agosto de 2016 em 18:10
    Permalink

    Nunca é tarde para se descobrir coisas novas e saudáveis. Obrigada pelas orientações, vou coloca-las em prática.

    Resposta
    • 7 de agosto de 2016 em 19:04
      Permalink

      Obrigado pela leitura e pelo comentário, Olga.

      Resposta
    • 8 de agosto de 2016 em 00:07
      Permalink

      Olga, agradecemos seu comentário.

      Resposta
  • 7 de agosto de 2016 em 18:19
    Permalink

    Posso deixar de molho o arroz comum? Li na materia sobre o integral.

    Resposta
    • 8 de agosto de 2016 em 00:06
      Permalink

      Kezia, com o arroz branco não haveria essa necessidade, pois a pelicula já foi removida, o que não ocorre com o integral, mas sempre procure orientação de um nutricionista ou nutrólogo.

      Resposta
  • 7 de agosto de 2016 em 18:47
    Permalink

    Ouvi sobre isso na Faculdade, faço nutrição; mas apenas em relação ao feijão. Texto ótimo e super informativo; estou sempre acompanhando, me ajudam muito! Parabéns pelas pautas.

    Resposta
    • 7 de agosto de 2016 em 19:02
      Permalink

      Nós é que agradecemos a sua leitura e a sua participação, Renata.

      Resposta
    • 8 de agosto de 2016 em 00:05
      Permalink

      Renata, agradecemos o seu comentário e esperamos que continue apreciando o site.

      Resposta
  • 7 de agosto de 2016 em 20:08
    Permalink

    Olá, adorei o texto, já tinha ouvido falar que só a soja fermentada era boa para consumo, mas, pelo que ouvi, o tofu e o natô também poderiam ser consumidos, não só o shoyu e o missô. Existe algum motivo para vocês não terem indicado esses dois alimentos?
    Obrigada

    Resposta
    • 8 de agosto de 2016 em 00:04
      Permalink

      Renata, obrigada por seu comentário. O tofu é floculado e o natô entra nos fermentados, como o missô, shoyo e tempeh. Seriam mais interessantes, pois possuem menor teor de fatores antinutricionais, mas sempre busque a consulta de um nutricionista ou nutrólogo.

      Resposta
  • 7 de agosto de 2016 em 20:22
    Permalink

    O recipiente não pode ser de metal?

    Resposta
    • 7 de agosto de 2016 em 23:58
      Permalink

      Lisa, agradecemos seu comentário. O ideal são recipientes de vidro.

      Resposta
  • 9 de agosto de 2016 em 02:22
    Permalink

    Muito boas as informações descritas nessa matéria!!amei

    Resposta
    • 10 de agosto de 2016 em 17:44
      Permalink

      Agradecemos seu comentário, Danielle.

      Resposta
  • 14 de agosto de 2016 em 12:08
    Permalink

    Parabenizo o formato claro do texto e a seriedade como foi tratado o assunto… a disponibilidade com q responde tds os comentários de forma táo acolhedora tb achei louvável.

    Resposta
    • 14 de agosto de 2016 em 13:54
      Permalink

      Nós é que agradecemos o seu comentário e a sua leitura.

      Resposta
  • 13 de setembro de 2016 em 17:26
    Permalink

    Fiquei confusa em relação a chia, se a água onde as sementes e grãos fica de molho deve ser descartada, como fazer com a chia? obrigada.

    Resposta
  • 25 de novembro de 2016 em 10:29
    Permalink

    No caso do Amendoim. Onde se encaixa? Deixa de molho em ácido por 12 a 24 horas com ácido (limão) ou deixa de molho por 8 horas com sal?

    Aproveitando, o amendoim pode ser torrado para servir de petisco ou é maléfico a saúde?

    Obrigado desde já!

    Resposta
    • 29 de novembro de 2016 em 21:42
      Permalink

      Leandro,agradecemos o seu comentário. O amendoim é benéfico porém muito calórico, além de que devemos ter muito cuidado com sua procedência. Sempre recomendamos a consulta com um médico ou nutricionista para maiores esclarecimentos.

      Resposta
  • 26 de novembro de 2016 em 14:14
    Permalink

    Bom dia! Parabenizo pela matéria maravilhosa, bem esclarecedora.

    Resposta
    • 29 de novembro de 2016 em 21:40
      Permalink

      Alessandra, agradecemos o seu comentário!

      Resposta
  • 17 de janeiro de 2017 em 16:02
    Permalink

    Muito boa a explicação, obrigada por compartilhar!
    Tenho dúvida quanto ao feijão preto, ele pode ser colocado de molho tbm e sua cor não altera?
    E o processo da chia e da linhaça como faço? Deixar de molho com sal por 8h e secar no fogo baixo por 10 min é isso?

    Resposta
    • 17 de janeiro de 2017 em 16:12
      Permalink

      Lidiane, o feijão preto solta um pouco da sua coloração ao ser deixado de molho, mas nada que prejudique no resultado final após o cozimento. A chia e a linhaça formam um gel após serem deixadas de molho e por isso não se encaixariam nesse método. Agradecemos seu comentário.

      Resposta
  • 19 de janeiro de 2017 em 12:06
    Permalink

    Olá!
    Pergunta: quanto tempo eu devo deixar de molho a chia ou linhaça para eliminar os antinutrientes?
    Minha intenção é obter o gel ou também usar ela hidratada em vitaminas. Sempre que deixar de molho qualquer semente ou grão deve retirar a água e enxaguar, é isso mesmo?

    Resposta
  • 15 de março de 2017 em 00:14
    Permalink

    Pra fazer leite de castanhas/grãos/sementes devo deixar de molho com SAL? A quinoa também deixa de molho? Ela é tão rápida pra ficar pronta, não vira papa se ficar de molho?

    Resposta
  • 10 de junho de 2017 em 23:49
    Permalink

    Soube que se deixarmos o arroz integral de molho, as vitaminas do complexo B como a B1 e a B5 que contêm no arroz são perdidas??

    Resposta
  • 11 de julho de 2017 em 11:41
    Permalink

    deixar de molho com um pouco de vinagre elimina as bactérias como a escherichia coli?
    e depois que eu lavar ela vai germinar?

    Resposta
    • 11 de julho de 2017 em 15:53
      Permalink

      Patrícia, agradecemos o seu comentário. Na maioria dos casos a demolhagem serve para diminuir os antinutrientes presentes em alguns alimentos e não pra eliminar bactérias.

      Resposta
  • 26 de setembro de 2017 em 15:17
    Permalink

    Devo comer aquela baba que fica na linhaça, depois de hidratada?

    Resposta
    • 26 de setembro de 2017 em 16:48
      Permalink

      Renata, agradecemos o seu comentário.
      Após a hidratação da linhaça será obtida uma consistência de gel, que são as fibras hidrossolúveis da semente. É boa para prevenir problemas de digestão, e constipação. A linhaça, assim como a chia criam esse gel. Qualquer dúvida a mais, você pode consultar um nutrólogo ou nutricionista para maiores esclarecimentos.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *