10 de dezembro: Dia internacional dos direitos dos animais

Em 1977, a Liga Internacional dos Direitos do Animal instituiu a Declaração Universal dos Direitos dos Animais. Em 1998, foi criado o Dia Internacional dos Direitos Animais (DIDA) pela Organização Não-Governamental (ONG) inglesa Uncaged, que é comemorado todo dia 10 de Dezembro.

Graças à campanha dessa ONG, que reivindicava a consideração de que todos os animais devem ser tratados como sujeitos morais e de direito, a situação começou a mudar, ganhando força a luta e a defesa aos Direitos dos Animais. Neste mesmo ano, pela ação dessa ONG, a Declaração Universal dos Direitos dos Animais foi aprovada pela Organização de Nações Unidas (ONU) e pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e a Cultura (UNESCO).

A Declaração Universal dos Direitos dos Animais é composta por 14 artigos, que têm por base o princípio fundamental que todos os animais têm direitos à dignidade e à vida. Nesse mesmo dia é comemorado o Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Nesta data consagrada aos Direitos dos Animais, acontecem no mundo todo muitas campanhas, palestras e ações visando conscientizar, divulgar e compartilhar informações sobre a importância do respeito, da valorização e da preservação.

Bilhões de animais, todos os anos, são mortos, torturados, traficados, explorados ou abandonados. O ser humano tem devastado os habitats de muitas espécies, reduzindo o espaço, a vegetação e poluindo a água onde vivem estes animais.

O veganismo propõe uma forma de vida na qual os animais sejam respeitados em seu direito de viver segundo suas naturezas. Eles precisam de nós para se defenderem da exploração que sofrem por parte dos seres humanos.

Reconhecendo os direitos dos animais cessarão a matança, a crueldade, o sofrimento, a exploração, a dor, o abandono, o tráfico e tantas outras barbaridades e atrocidades que ocorrem com os animais em nosso mundo. Somente com as nossas escolhas e atitudes podemos mudar esse cenário.

Parabéns a cada um que contribui para preservar os direitos de todos os seres!

Fonte: Greenme

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *