Primatologista diz que desrespeito pelos animais causou atual pandemia

A primatologista britânica Jane Goodall, de 86 anos, conhecida internacionalmente por seus estudos sobre os primatas, afirmou que a exploração dos animais promovida pelos seres humanos é a causa da pandemia de Covid-19.

A especialista afirmou ao canal de televisão France24 que a destruição do habitat dos animais irá forçá-los a migrar para regiões cada vez mais próximas dos locais onde vivem os humanos, permitindo que, no contato entre animais silvestres e a sociedade, mais surtos de doenças atinjam as pessoas.

“Foi o nosso desprezo pela natureza e o nosso desrespeito pelos animais com quem deveríamos partilhar o planeta que causou esta pandemia, que foi prevista há tanto tempo”, disse.

“À medida que destruímos as florestas, as diferentes espécies de animais são forçadas a uma proximidade, e, consequentemente, as doenças são passadas de um animal para outro, e esse segundo animal é, então, mais provável que infecte humanos, uma vez que é forçado a viver mais próximo deles”, completou.

As pandemias, explicou Goodall, estão relacionadas com “os animais que são caçados, vendidos em mercados na África ou na Ásia, especialmente na China, e aos locais de pecuária intensiva, onde são cruelmente aglomerados bilhões de animais de todo o mundo”.

O alerta da primatologista deixa claro que o problema não se restringe a um ou outro local, tampouco apenas à exploração dos animais silvestres. Porcos, frangos, galinhas, bois e animais de várias outras espécies são mantidos em locais insalubres e superlotados para serem, posteriormente, mortos para consumo e outras finalidades. E todos esses locais, inclusive no Brasil, são propícios para o surgimento de pandemias.

“É ótimo que a China tenha encerrado os mercados de animais selvagens vivos, numa proibição temporária que esperemos que seja tornada permanente e que outros países asiáticos sigam. Mas, na África, será muito difícil travar a venda de carne de animais selvagens, porque muitas pessoas dependem dela para viver”, concluiu.

Assista o vídeo:

Fonte: ANDA

Imagem: Foto: Instituto Jane Goodall

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *