Filme conta história de guerreiras em defesa dos animais na África

Como parte das celebrações do Dia da Terra, um documentário de curta-metragem intitulado “Akashinga: The Brave Ones” estreiou no canal National Geographic dos EUA. Produzido pelo cineasta vegano James Cameron, o filme conta a história de mulheres guerreiras do Zimbábue que protegem animais silvestres contra caçadores.

O grupo surgiu a partir de uma iniciativa da Fundação Internacional Contra a Caça Furtiva (IAPF em inglês) e do ex-atirador de elite e ativista vegano Damien Mander, que decidiu dar às mulheres vulneráveis do país a oportunidade de proteger os animais e a natureza local ao mesmo tempo em que garantem uma fonte de renda.

Entre as participantes do Akashinga estão mulheres que sofreram abuso sexual, órfãs, mães solteiras e viúvas. Em dois anos e meio de atividade, o grupo conseguiu prender 191 caçadores e ajudou a reduzir a caça furtiva de elefantes no Vale do Zambeze em 80%.

“Essas mulheres alcançaram o que poucos exércitos conseguiram ao longo da história – conquistar o coração e a mente da população local. Se for dada a oportunidade, as mulheres mudarão a face da conservação [de animais] para sempre”, assegura Mander.

Hoje o Akashinga expandiu sua área de proteção para cinco parques e a fundação tem treinado 240 mulheres com a previsão de chegar até mil em 2025.

Segundo James Cameron, Akashinga coloca em evidência a IAPF e as mulheres corajosas na linha de frente da batalha em defesa da vida selvagem na África, que está sob ameaça mais do que nunca.

A National Geographic declarou que o filme vai ser disponibilizado em 171 países e em 43 línguas ainda este ano.

Fonte: Vegazeta

Imagem: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *