Sandálias ecológicas portuguesas

Produzidos à mão por artesão de Guimarães, os sapatos Zouri são assim feitos a partir das seguintes matérias primas: a gáspea é produzida em Pinatex, um material inovador feito de folhas de ananás; a entressola é uma palmilha de conforto com cortiça, latex e plástico reciclado do oceano e a sola é feita em borracha natural (proveniente da árvore da borracha) com plástico reciclado do oceano.

Limpar o plástico das praias nacionais e utilizá-lo como matéria prima na produção de calçado. É esta a premissa da mais recente marca portuguesa de calçado ecológico. Com chegada ao mercado prevista para junho deste ano, a primeira coleção da Zouri será composta por quatro modelos: flip flop, slider, chinelo e sandália. A coleção de estreia deverá chegar ao mercado em junho deste ano e será composta por quatro modelos, nas cores preto e castanho.

A componente ecológica do projeto já valeu à Zouri, em outubro de 2017, o prémio de Melhor Ideia de Produto com Reutilização de Resíduos Plásticos, entregue pela Universidade do Minho – Fibernamics, que apoiou a marca no desenvolvimento técnico do produto, uma vez que, à partida, o plástico é um material não ajustado para calçado. Após várias experiências e testes, nasceu o produto final, onde, além do plástico são utilizadas outras matérias primas naturais e sem impacto para o ambiente.

Fonte: Fashionnetwork

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *