Ator João Vicente de Castro defende o fim da venda animal

No programa ‘Conversa com Bial’, o ator  e embaixador da AMPARA Animal, João Vicente de Castro, defendeu o fim da venda e do encarceramento de animais, além do exibicionismo, animais presos em zoológicos, rodeios e aquários.

“Qual sentido no século 21 de um gorila ficar numa jaula ou um pássaro numa gaiola?” É essa reflexão que Pedro Bial propôs para o seu programa que foi ao ar  dia 1 de agosto, com as participações da geógrafa e educadora ambiental Elizabeth MacGregor, da FNPDA (Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal), Mara Marques, bióloga da Sociedade Paulista de Zoológicos, e do ator João Vicente.

Eu nasci amando bicho, mas isso foi se transformando, sempre me interessei pelo assunto e sempre passei férias em fazendas do Sul, porque minha família é de Passo Fundo. Eu não entendia porque o cachorro era amigo e a vaca era propriedade”.

Fui aos poucos aprendendo a respeitar até que encontrei a AMPARA Animal, uma ONG séria. Eles foram me guiando a respeitar os animais. Aos poucos, fui parando de comer carne, de comprar couro, fui fazendo uma mudança que fazia muito sentido para a minha luta. E hoje em dia, eu tento usar meu espaço para dar voz a esses que não têm voz.

Eu só tenho cachorro em casa porque existem muitos na rua. Não vale comprar cachorro em loja. É um crime, é fabricação de vida, comercialização de alma.

Confira o video do programa a seguir:

2 comentários em “Ator João Vicente de Castro defende o fim da venda animal

  • 2 de agosto de 2017 em 22:03
    Permalink

    Parabéns João Vicente de Castro,eu amo animais por isso sou vegetariana á 16 anos,não uso couro e ajudo no que posso.É duro todos nos criticam mas ja tenho esperança em ver um programa com um tema desses.Obrigada por tudo saber respeitar os animais é sublime.Apoio tudo que vem ajudar os animais,obrigada a todos vcs!

    Resposta
    • 3 de agosto de 2017 em 16:34
      Permalink

      Agradecemos o seu comentário, Helena!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *