Hoba: Sorvetes veganos fazem sucesso no Rio de Janeiro

Bruno Karraz, proprietário e idealizador da marca carioca vegana Hoba, traz uma nova proposta com sorvetes sem adição de gordura trans, conservantes e aromatizantes. O leite foi substituído por biomassa de banana e as frutas usadas são orgânicas, ou seja, livres de agrotóxicos. Nesta entrevista exclusiva, Bruno explica como tudo começou, seus diferenciais e a mistura de sabores e conceitos que têm tornado a marca um sucesso no mercado.

Vegnutri :  Quando e como a Hoba foi criada?

Bruno Karraz: Tudo começou em 2015. Em agosto daquele ano a gente iniciava uma imersão numa fazenda de cultivo orgânico, depois de um tempo nos aproximando dos produtores locais, percebemos que o valor cobrado por eles era bem maior que frutas e verduras convencionais e que mesmo assim a qualidade de vida dos produtores não era boa. Continuavam dormindo pouco, cuidando mal da própria saúde e não conseguiam gerar recurso suficiente pra proporcionar uma vida mais confortável para eles mesmo.

Essa imersão foi motivada por uma pergunta. Como um abacaxi orgânico é vendido por quase o dobro do preço quando comparado ao convencional e não há reflexo disso na qualidade de vida de quem vende?

Pois bem, após quatro meses percebemos que há diversos desafios na cadeia alimentar. A principal, na nossa opinião, é a quantidade de comida desperdiçada. No mundo, cerca de 30% vai direto pro lixo. Essa conta seria ainda maior se fosse considerado os alimentos que são perdidos na própria fazenda.

A Hoba surgiu como uma alternativa pra diminuir esse número e fomentar a agricultura orgânica. Frutas que são desperdiçadas são em sua grande maioria rejeitadas pelo consumidor por estarem muito maduras, exatamente esse tipo de fruta que tem uma alta concentração de sabor e açúcar é capaz de fazer sorvetes deliciosos.

Vegnutri: O que o incentivou a misturar sabores com conceitos e valores, já que a proposta da Hoba também é a defesa dos direitos animais?

Bruno Karraz:  Queríamos criar algo com uma visão holística. Se fizermos um raio-x dos ingredientes presentes no sorvete, grande parte vem da pecuária – leite e creme de leite. Olhando esse tipo de indústria, além de toda maneira que ela se comporta para com outros seres, há também a questão do desastre ambiental que ela é. Ninguém pode precisar aonde vamos chegar, mas a certeza que nós temos é que nosso crescimento fará sempre mais bem do que mal.

Bruno (esquerda) e Yan Genial (direita) da Hoba

Vegnutri:  Quais os diferenciais dos sorvetes comuns existentes no mercado e quais os ingredientes usados?

Bruno Karraz: Excelente pergunta. Falamos que somos mais que Sorvete. Temos o cuidado de pensar nesse produto do começo ao fim. Nossas embalagens ou são feitas de mandioca que se decompõe em até 90 dias ou são potes PET que podem ser reutilizados inúmeras vezes ou reciclados. Conseguimos eliminar embalagens descartáveis de todo o nosso processo produtivo para não gerarmos resíduo nenhum na nossa produção.

Quantos aos ingredientes, basicamente trocamos leite, ovo e gordura trans/hidrogenada por biomassa de banana, leite de castanha de caju ou a própria fruta como base dos sorvetes. Outra questão crítica no sorvete, que faz ele figurar entre todas as listas de piores alimentos do mundo são os açucares. Além do tradicional refinado, há também adição de xarope de glucose e dextrose – açúcares vindo do milho que possuem um IG muito alto.

Trocamos o açúcar refinado convencional por cristal orgânico e xarope de glucose e dextrose por eritritol (adoçante natural primo do xilitol)

Vegnutri:  Você já tinha experiência com a gastronomia?

Bruno Karraz: Zero. Sou engenheiro por formação e trabalhava com fundo de investimentos antes. Tudo aconteceu por acaso

Vegnutri:  Como se tornou vegano e como percebe o número cada vez maior de pessoas envolvidas com esta questão?

Bruno Karraz: Ainda não posso falar que sou vegano, virei vegetariano durante toda essa história mas acredito que o veganismo é um destino que todos compartilharemos cedo ou tarde.

Vegnutri:  Quais as perspectivas de crescimento da Hoba este ano? Onde estão presentes atualmente?

Bruno Karraz: Não posso dar muitos detalhes, mas por enquanto estamos no Rio de Janeiro e estamos bem felizes com a recepção de todos.

8 comentários em “Hoba: Sorvetes veganos fazem sucesso no Rio de Janeiro

  • 16 de maio de 2017 em 22:49
    Permalink

    Parabéns pela sua criação, os sorvetes parecem deliciosos! Quando expandir lembre-se de BH!

    Resposta
    • 17 de maio de 2017 em 12:14
      Permalink

      Agradecemos o seu comentário, Silvana. Os sorvetes são muito saborosos mesmo e torcemos para que eles expandam a marca para outros estados.

      Resposta
    • 19 de maio de 2017 em 14:23
      Permalink

      Agradecemos o seu comentário, Nara!

      Resposta
  • 7 de setembro de 2017 em 14:57
    Permalink

    Gostaria de saber aonde compramos o sorvete! Estou louca para experimentar!

    Resposta
  • 5 de março de 2018 em 21:09
    Permalink

    Os sorvetes são deliciosos, é importante expandir o negócio sem perder a qualidade. Sempre que encontro na galeria do Largo do Machado, eu compro o de café ou o 100% cacau que para mim é o carro chefe da marca, amo chocolate! Parabéns pela iniciativa é qualidade do produto, não percam isso!
    Rita C Martins

    Resposta
  • 13 de junho de 2018 em 13:33
    Permalink

    Doce surpresa. Os sorvetes Hoba são excelentes!!! Recomendo, em especial o de pacoça.
    Débora

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *