Os jantares oficiais do Ministério da Educação da Holanda passarão a ser vegetarianos

O Ministério da Educação, Cultura e Ciência da Holanda decidiu que todos os jantares oficiais que organizem passarão a ser vegetarianos. O anúncio foi feito pela ministra Ingrid van Engelshoven.

Ainda assim, a medida não significa o fim dos pratos de carne ou peixe. Quem os preferir, terá de avisar antes dos eventos, o que já é um excelente progresso, pois significa a inversão do processo habitual. As refeições serão vegetarianas e não veganas, o que não retira importância à medida, na opinião de Christine Teunissen, líder do Partido dos Animais do país. “É ótimo que o ministro da Educação tenha decidido dar o exemplo”, escreveu, no site do partido, de acordo com o portal DutchNews. “O governo holandês já admitiu, em 2015, que a carne e lacticínios são os dois elementos mais prejudiciais para o meio ambiente na nossa dieta. Espero que outros ministérios sigam este exemplo sustentável.”

Esta não é a primeira vez que um ministério decide implementar refeições vegetarianas em jantares oficiais. A Alemanha deu o mote em 2017, quando a ministra do Ambiente de então, Barbara Hendricks, implementou uma medida similar. De acordo com o TreeHugger, até ao final do mandato, em março deste ano, foram recebidas refeições vegetarianas em 74 iniciativas oficiais.

Holanda quer se tornar primeiro país vegano do mundo

Ebooks para saúde

101 receitas veganas

Fonte: Público PT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *