Emissão de gases de efeito estufa é reduzido pela Segunda Sem Carne

Campanha do Bom Prato já poupou o consumo de quase 37 toneladas de carne, segundo balanço divulgado no Dia do Meio Ambiente.

A campanha Segunda Sem Carne, do programa Bom Prato, já reduziu a emissão de cerca de 3 toneladas de gases de efeito estufa ao meio ambiente. A quantidade equivale a 46 mil viagens de carro de São Paulo ao Rio de Janeiro.

Segundo balanço divulgado no Dia Mundial do Meio Ambiente, no dia 05 de junho, 37 toneladas de carne foram poupadas com a campanha. A redução ajudou ainda a economizar 762 milhões litros de água, que atenderiam 19 mil pessoas em um ano e mais de 922 toneladas de grãos, o suficiente para satisfazer as necessidades proteicas anuais de 11 mil pessoas.

“É uma forma de atendermos aos objetivos para o Desenvolvimento Sustentável da ONU. Garantimos segurança alimentar, boa saúde, respeito ao meio ambiente, incentivo ao consumo consciente e ainda ajudamos no combate às alterações climáticas”, disse o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro.

A iniciativa visa estimular a população a substituir a carne animal por proteína vegetal uma vez por semana. Para Pesaro, a campanha é também uma oportunidade para o público descobrir novos sabores sem perder qualidade e valores nutricionais.

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social implementou o projeto em parceria com a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) e as entidades gestoras das três unidades do Bom Prato que aderiram à campanha.

“A produção de carnes representa cerca de 15% das emissões de gases efeito estufa em todo o mundo. No Brasil é a principal causa de desmatamento e desperdício de água”, comentou a gerente de campanhas da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), Mônica Buava. “A campanha do Bom Prato beneficia não apenas a saúde das pessoas, mas também a saúde do planeta”, completou.

O cardápio vegetariano completo custa R$ 1, sendo servido toda segunda-feira, a partir das 11h, nas unidades Santo Amaro, São Miguel Paulista e Lapa.

Primeiro a abraçar a campanha, em dezembro de 2015, o Bom Prato de Santo Amaro serve 2.240 almoços por dia. Desde julho de 2016, São Miguel Paulista oferece 1.600 cotas diárias do almoço vegetariano, a mesma quantidade da Lapa, que três meses depois aderiu à Segunda Sem Carne.

Fonte: Saopaulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *