Empresa de hambúrgueres veganos faz testes em animais

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this page

Em um relatório de julho deste ano, a Impossible Foods revelou ter testado seu produto principal, o Impossible Burger, em ratos. A companhia disse que “a leghemoglobina de soja” o feijão de soja derivado de “heme” que ajuda o Impossible Burger a imitar as qualidades da carne animal foi excessivamente consumido por ratos diariamente.

Embora a Food and Drug Administration (FDA) não exija o teste de alimentos em animais, a porta-voz da Impossible Foods, Rachel Konrad, alega que a organização frequentemente questiona a segurança dos alimentos, especialmente aqueles que são inovadores para a indústria alimentícia, como a soja de leghemoglobina. Os ratos e seus comportamentos foram então estudados para saber se a substância tinha um efeito adverso em suas saúdes, o que não ocorreu.

Konrad declarou ao New York Times que a companhia estava dando “esses passos adicionais porque o público quer e merece total transparência sobre aquilo que consome”.

A porta-voz disse que a transparência era o “núcleo do DNA” da Impossible Foods após a empresa simular uma preocupação ética em seus hambúrgueres descritos como veganos enquanto explorava ratos, segundo a VegNews.

Em sua página no Facebook, a Impossible Foods faz a seguinte publicidade enganosa: “juntos, estamos trabalhando para transformar o sistema alimentar global, criando melhores maneiras de produzir os alimentos que amamos, sem concessões”.

A FDA rejeitou a petição da Impossible Foods para aprovar a segurança da soja de leghemoglobina, o que não é legalmente equivalente a considerá-la insegura. Atualmente, a Impossible Foods está no meio de seu objetivo de expandir a distribuição dos seus hambúrgueres para mil restaurantes.

A Impossible Foods planeja reenviar a petição e Konrad argumenta que o heme à base de vegetais é “uma parte de todo organismo vivo”. No relatório de sustentabilidade divulgado em Junho, a Impossible Foods revelou que a produção do Impossible Burger usa 75% menos água, 95% menos de terra e produz 87% menos emissão de gás do efeito estufa do que os hambúrgueres feitos com animais. Porém, a empresa desrespeitou completamente o público tanto ao usar ratos como cobaias, como também postergar a divulgação da crueldade.

Fonte: Anda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *