Fornecedora de carne bovina vai produzir hambúrguer vegetal

A Marfrig, uma das maiores fornecedoras brasileiras de carne bovina, se associou à gigante de alimentos americana ADM, uma das maiores processadoras globais de grãos, concorrente da holandesa Bunge,  para produzir e comercializar hambúrger vegetal no Brasil. Com o anúncio da parceria as ações da Marfrig dispararam na Bolsa.

A produção do hambúrguer vegetal será iniciada na unidade da Marfrig em Várzea Grande, no Mato Grosso. Parte dos ingredientes, a maioria à base de soja, sairá diretamente da fábrica da ADM, em Campo Grande, para a unidade da Marfrig.

Pelo acordo, as duas empresas vão desenvolver em conjunto produtos com base vegetal, sendo a ADM responsável pelo fornecimento da principal matéria-prima. A Marfrig produzirá, distribuirá e venderá os produtos para food service e no varejo, como supermercados e restaurantes.

A Marfrig lançará uma marca específica para produtos de origem vegetal, e o hambúrguer será sua primeira aposta. As primeiras unidades chegarão ao mercado brasileiro ainda neste ano e, posteriormente, serão destinadas também à exportação.

Com o novo produto, a Marfrig vai estrear no mercado de produtos de origem vegetal que visam  substituir a carne. Estima-se que esse mercado vá movimentar cerca de US$ 140 bilhões em dez anos no mundo, o que representaria 10% do mercado global de carne. Hoje, esse segmento responde por apenas 1% do mercado internacional de carne, segundo o banco britânico Barclays.

“Juntas, Marfrig e ADM produzirão um hambúrguer 100% vegetal com sabor e textura similares aos da carne. O hambúrguer vegetal vem para complementar o portfólio de produtos da Marfrig”, disse em nota Eduardo Miron, presidente da Marfrig Global Foods.

A ADM tem estrutura avançada para pesquisa e desenvolvimento de novos ingredientes naturais, inclusive para fabricação local para antecipar as tendências da indústria.

“Podemos atender, de forma customizada, as necessidades de nossos clientes. Somos o parceiro ideal para apoiar e incentivar o desenvolvimento sustentável da indústria de alimentos, especialidades e nutrição saudável”, afirmou Roberto Ciciliano, presidente da ADM Nutrition na América Latina.

No Brasil, a JBS, maior processadora de a proteína animal do mundo, já anunciou sua investida no segmento de produtos de origem vegetal. Em maio, disse que a marca Seara produziria hambúrguer à base de soja, beterraba e trigo.

Nota VegNutri: Vemos as empresas produtoras de carnes e laticínios cada vez mais interessadas no mercado destinado ao público vegetariano e vegano. Será preocupação com os animais? Será preocupação com o meio ambiente, com o nosso Planeta? Ou o que os motiva é o interesse e a percepção do crescimento rápido e lucrativo que se abre, felizmente no Brasil e no mundo?

Fonte: Globo.com

Imagem: Pixabay

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *