Xuxa é madrinha de campanha que doará alimentos à base de vegetais no Brasil

Para marcar o Dia Mundial do Veganismo, no próximo domingo (1/11), a organização internacional Million Dollar Vegan irá distribuir mais de 12,3 mil refeições à base de vegetais em cidades do Brasil, México e Argentina.

Serão doadas o equivalente a 5,3 mil refeições em alimentos 100% vegetais apenas no Brasil, em uma ação que terá apoio da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB). Outro destaque é que a ação “América Latina pelos Animais” foi apadrinhada pela apresentadora Xuxa Meneghel, que optou por uma alimentação vegana.

Manaus (AM), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Juiz de Fora (MG), Curitiba (PR), Caxias do Sul (RS), Porto Alegre (RS), Sorocaba (SP), Itapira (SP), Mauá (SP), São Bernardo do Campo (SP), Americana (SP) e Campinas (SP) serão as 13 cidades participantes no país.

A doação irá ocorrer simultaneamente no domingo, estimulando o movimento vegano fora do eixo Rio-São Paulo. No Brasil, a “América Latina pelos Animais” também será a terceira ação da campanha “Tire as Pandemias do Cardápio”, que visa alertar a população sobre a relação entre a produção de produtos de origem animal e os riscos de surgimento de doenças.

Os esforços da organização são para mostrar como o sofrimento ao qual os animais são submetidos na indústria debilita o sistema imunológico, tornando-os alvo fácil para doenças. Este contexto oferece as condições ideais para que vírus já existentes possam mutar até atingir uma forma contagiosa e letal para os seres humanos.

A intenção é propagar a mensagem de que, quando os animais sofrem, os humanos também sofrem. Por isso, junto da doação de alimentos, serão distribuídos materiais educativos sobre o estilo de vida vegano e como reduzir os riscos de surgimento de novas pandemias com uma alimentação à base de vegetais.

Campanha mundial – A Million Dollar Vegan já distribuiu quase 300 mil refeições veganas no mundo todo desde o início da campanha “Tire as Pandemias do Cardápio”, em abril. No Brasil, a primeira doação ocorreu em maio e distribuiu mais de 5,5 mil refeições em São Paulo, com apoio do Instituto Luisa Mell.

A segunda ação da organização ocorreu em setembro, no Dia da Amazônia, quando foram distribuídas 2,3 mil refeições para comunidades carentes de Manaus (AM), com o apoio da SVB, que continuará contribuindo com o trabalho agora em novembro.

Ebooks sobre saúde e alimentação

Risco no prato

Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês) cerca de 75% das doenças infecciosas emergentes são de origem animal.

Apoiadora da campanha, a especialista em saúde pública Aysha Akhtar, neurocientista e membro do Centro de Ética Animal da Universidade de Oxford, afirma que as agências de saúde e os governos estão falhando ao não abordarem as causas das doenças infecciosas.

Ela também afirma que o sofrimento dos animais na indústria agrava a situação. “Os animais ficam aglomerados nessas fazendas. São tratados de forma tão cruel que seu sistema imunológico fica inoperante. Assim, é fácil que contraiam doenças infecciosas de outro animal para depois espalhá-las como fogo. Cada vez que o vírus salta de uma espécie para outra, há maior chance de sofrer mutações para uma forma mortal que seja altamente contagiosa entre humanos”, destaca.

Fonte: RevistaGloboRural

Imagem: Foto divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *